A ModaLisboa está no caminho certo?

Por Sandra Dias

Atenta às questões sócio ambientais, a Associação ModaLisboa dedica, nesta edição da ModaLisboa – Lisboa Fashion Week, o Wonder Room à sustentabilidade.

Se pensarmos que a moda em geral começa a contribuir para um ou mais objectivos ambientais. Que começa a cumprir os critérios sociais, então podemos dizer que já se iniciou esse percurso. Em direção a um futuro mais responsável e consciente do seu impacto nas pessoas e no planeta.

Com base nestes parâmetros e porque a cidade vive um clima de festa em torno da Lisboa Capital Verde Europeia, esta decisão torna-se ainda mais sensata e concordante com os esforços que a Associação ModaLisboa tem vindo a fazer nos últimos anos, neste sentido.

A edição de março do Wonder Room, nome da pop-up store, torna-se Wonderfully Green e é inteiramente dedicado a marcas sustentáveis de moda, design e lifestyle. A poucos dias de terminarem as candidaturas para o Wonder Room queremos lembrar aos indecisos e distraídos que ainda vão a tempo de se inscreverem. As inscrições decorrem até dia 31 de Janeiro em Wonder Room.

Queremos moda, design e lifestyle com assinatura nacional, e seremos o palco daqueles que produzem de forma ética, dos que caminham para o desperdício zero, dos que trabalham todos os dias com consciência, tempo, respeito e visão de futuro. Queremos marcas que partilhem os nossos valores, que olhem para o objeto como uma história que acrescenta mundo, e não como algo descartável e substituível.

O seu objectivo é dar palco a marcas emergentes e introduzir mudanças globais e estruturantes no comportamento e originar novas formas de pensar o design no futuro cujo principal foco, nesta edição, é a sustentabilidade. Acontece de 6 a 8 de Março durante a ModaLisboa – Lisboa Fashion Week e num espaço aberto ao público.

Aqui para além das vendas que podem fazer, as marcas, vão estar inseridas no ecossistema da moda com um público conhecedor e com a presença de profissionais do sector que vão da industria à imprensa nacional e internacional. Os critérios de elegibilidade baseiam-se nos princípios de sustentabilidade, em que o lado ambiental e social ganham destaque.

“Queremos moda, design e lifestyle com assinatura nacional, e seremos o palco daqueles que produzem de forma ética, dos que caminham para o desperdício zero, dos que trabalham todos os dias com consciência, tempo, respeito e visão de futuro. Queremos marcas que partilhem os nossos valores, que olhem para o objeto como uma história que acrescenta mundo, e não como algo descartável e substituível.” Este é o repto lançado pela Associação ModaLisboa.

Wonder Room de 6 a 8 de Março na ModaLisboa - Lisboa Fashion Week |©ModaLisboa

Senhor Prudêncio, Zouri shoes, Baseville, Joana Mota Capitão, Ambitious,  ou Cristina Real são alguns dos vários projetos que desde 2013 o Wonder Room já deu a conhecer. Empreendedorismo e criação nacional encontram nesta plataforma um espaço físico para se apresentarem ao publico e impulsionarem o seu reconhecimento.

O Wonder Room é até agora, o primeiro indicio que nesta edição a ModaLisboa continua no caminho certo, pelo menos no caminho de um ecossistema mais enquadrado com a realidade e em direção a um futuro mais sustentável. Até março provavelmente vamos saber mais detalhes sobre esta edição da Lisboa Fashion Week que marca o inicio de uma nova década no mesmo  ano em que se vive e celebra a Lisboa Capital Verde Europeia.

Artigos Relacionados